2007-09-20

emerge? pmerge!

Que a árvore de pacotes do Portage é excelente, eu não tenho a menor dúvida. Mas uma coisa é certa: sempre fico com inveja quando vejo alguém pegar um Debian/Ubuntu ultra-desatualizado e dar um apt-get update && apt-get dist-upgrade muito, mas muito mais rápido do que seus equivalentes gentooístas, emerge sync && emerge -uD world. Na verdade, o comando inteiro com apt-get ainda roda muito mais rápido que um simples emerge -uvp world.

É verdade, esses comandos não são usados todo dia, então não deveriam causar esse tipo de reação. Mas acho que isso é lento demais.

Felizmente não estou sozinho. O pkgcore está disponível na árvore do Portage, e é uma das duas alternativas ao emerge mais "famosas" (a outra é o Paludis).

Quem se interessar pode seguir a reconhecidamente excelente documentação do Gentoo para começar a usar o Pkgcore.

E se alguém precisar de mais um empurrãozinho, aí vão alguns tempos de execução no meu laptop:

feanor ~ # time ( emerge -up world >/dev/null )

real    0m4.110s
user    0m3.792s
sys     0m0.191s

feanor ~ # time ( emerge -up world >/dev/null )

real    0m3.847s
user    0m3.607s
sys     0m0.202s

feanor ~ # time ( pmerge -up world >/dev/null )

real    0m4.681s
user    0m0.568s
sys     0m0.106s

feanor ~ # time ( pmerge -up world >/dev/null )

real    0m0.216s
user    0m0.162s
sys     0m0.054s

O que se percebe aí é que a primeira rodada do emerge ou pmerge é lenta. Igualmente lenta, infelizmente. Mas a partir da segunda (desde que não se tenha rodado um emerge sync no meio do caminho), o pmerge é muito mais rápido.

É, esse exemplo não foi muito bom. Mas o fato é que o pkgcore dá um certo banho no emerge, e a sintaxe dos comandos é quase sempre igual.

Eu recomendo!

Postar um comentário