2013-01-14

Suporte técnico da GVT: ruim na primeira impressão

Meu modem da GVT tem suporte a IPv6. No entanto, ele não recebe um endereço IPv6 da operadora. E eu queria acessar a rede IPv6.

Aqui está a interessante transcrição (só da minha memória) da minha conversa agora há pouco com o suporte técnico da GVT.

- Boa noite, Fulana falando.
- Boa noite. Por favor, eu gostaria de saber se é possível ativar o IPv6 no meu acesso banda larga e se eu preciso pagar alguma coisa por isso.
- Senhor, isso o senhor precisa verificar com o seu consultor, não com a GVT.
- Por quê?
- Quem dá acesso a IPv6 é o Windows. Se o senhor tiver o Windows Vista, aí é IPv6. Se for o Windows 7, aí tem que ver.
- Desculpe, mas a senhora está enganada. Eu trabalho com isso e sei do que estou falando (É tão satisfatório poder dizer isso, né?). Eu gostaria de acessar a Internet por IPv6 e, para isso, a GVT precisa me fornecer conectividade IPv6.
- Senhor, a GVT não oferece suporte a IPv6. (surpreendente como de repente ela sabia do que se tratava, né? Aposto que não sabia.)
- Mas o suporte a IPv6 não era obrigatório a partir de janeiro de 2012? (tá bom, inventei um pouco nesse aspecto de obrigatoriedade, mas o objetivo era forçar um pouco a barra)
- Não tenho esta informação. Nada nos foi passado em treinamentos.
- Bom, está bem então. Obrigado.

E assim terminou.
Puxa vida, assinei a GVT com tanto gosto, justamente em virtude dos ótimos relatos que sempre ouvi sobre o respeito que a empresa tem pelos clientes. Não achei esse suporte satisfatório.

Um comentário:

Rafael Riske disse...

Até hoje nenhum atendente da gvt sabe o que é ipv6. Assustador isso, levando em conta que estamos a 1 mês do fim dos blocos de ipv4 no brasil. Tomara que Deus seja realmente Brasileiro, se não vai ser um ano de internet com muitos problemas.